Capítulo 07 – Conversa com Luiz Dam

Segunda, 17 Dezembro 2018 21:15
Versão para impressão

<<< Anterior

As estrelas brilhavam no céu quando vimos um facho de luz se aproximar, vindo da Terra. Em segundos, materializou-se à nossa frente Luiz Dam, o jovem alto, moreno, guerreiro que sempre nos acompanha. Abraçou-nos fortemente e nos disse:

- Atendendo ao pedido das senhoras, estou me apresentado para saber as novidades.

- Luiz! – disse Maria Rosa. – Quero apresentar o Bruno que deverá seguir conosco no próximo trabalho. Temos trabalho pela frente e estávamos apenas esperando que chegasses para comentar o caso que temos a resolver.

- Se temos trabalho à frente então é comigo mesmo – disse nosso companheiro de lutas espirituais. – Não que eu goste de enfrentar dificuldades nas regiões umbralinas, mas não posso deixar de ajudar quem tem necessidades maiores do que aquelas que tenho.

- O grande problema, para nós – disse Maria Rosa –, é que em nossa cidade estamos em condições espirituais que nos favorecem em qualquer empreendimento, mas nas regiões inferiores temos que nos materializar às mesmas condições da região e isso pode acarretar muitos problemas nos embates com as forças inferiores.

- Temos que estar preparados para isso com muita força moral e espiritual – interveio Luiz Dam. - Não é apenas com boa vontade que se consegue vencer as forças do mal, antes é necessário o ajuste espiritual com Jesus para o devido fortalecimento e não cair prisioneiro dos Espíritos inferiores.

Luiz Dam olhou-nos firmemente e nos disse:

- Conheço Espíritos que tinham capacidade espiritual de bom nível e se embrenharam nas regiões umbralinas para resgatar parentes, mas não conseguiram fazê-lo. Acabaram sendo aprisionados pelos inimigos. Somente depois, com caravanas fortemente protegidas, é que conseguiram ser resgatados.

- Por isso é que sempre que temos missão de descer às regiões inferiores devemos nos resguardar com nossos cavaleiros para termos a proteção necessária e não cairmos em emboscadas.

Maria Rosa sabia do que falava, pois tinha muita experiência nas andanças pelo mundo espiritual inferior. Eu a conheço bem, pois faz parte de minha família espiritual e a considero uma guerreira formidável, dessas que não se deixam apanhar facilmente pelas forças inferiores. Resolvi opinar sobre o assunto de maneira clara:

- Meus filhos, a inteligência superior que nos rege, nos ensina que não devemos tentar realizar algo que não esteja ao nosso alcance, por isso, nos conduz e nos orienta a somente andarmos em lides nas regiões inferiores quando estamos bem protegidos e conscientes de que podemos enfrentar os oponentes.

- Se as forças do bem intentam vencer, as forças do mal também têm intenções de ganhar os embates – disse Luiz Dam. - Se nós temos a missão de buscar Espíritos nas regiões inferiores é porque a espiritualidade superior confia em nosso trabalho e é nosso dever lutar para que isso aconteça.

- Vamos estudar bem esse caso e conhecer as regiões por onde andaremos – explanou Maria Rosa. - É importante que estejamos bem situados na região inferior para não passarmos dificuldades.

- Quem sai na frente sempre bebe água fresca e limpa – afirmou Luiz Dam. - Vamos planejar bem nossa missão e por mãos à obra, pois o tempo urge e temos que libertar esses Espíritos no mais curto espaço de tempo.

Continuar...