Centro Espírita Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

O Amor

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

Como a brisa que vem de manso e beija as rosas do jardim,

Como o botão que desabrocha mostrando todo o seu esplendor,

Como o sol da manhã que suave traz o calor e aos poucos demonstra sua força,

Como o arco-íris exuberante em seu colorido majestoso,

Como o vento que nasce na relva e sopra ao longe levando consigo o perfume dos lírios do campo, deixando traços de vida no movimento das ervas, alcançando longas distâncias, espalhando pelos caminhos a leveza e a certeza do existir, da magnitude da vida.

O Amor se faz completo por si mesmo, juntando duas vidas e fazendo-as seguir uma ao lado da outra, mostrando a simplicidade do seu existir. O Amor basta-se a si mesmo.

O Amor enche de luz o coração de quem ama, preenche a alma, espalhando a alegria contagiante no sorriso.

O Amor leva a novos caminhos, enobrece e fortalece; faz do homem um guerreiro que luta sem tréguas por seu objetivo; É tão incrível que nunca se sabe quando vai acontecer e não se consegue explicar por que.

O Amor é a mais linda sinfonia que o coração pode ouvir, fazendo jorrar lágrimas de felicidade.

O Amor é como Deus a declamar para o coração a mais linda poesia.

O Amor é a força que nos acorda todos os dias e faz perceber que a vida é bela apesar dos pesares, a força que nos faz viver e contagiar o dia de quem se ama.

O Amor faz sentir que a maior força de um homem está em si mesmo.

 

Feliz dia de quem tem Amor no coração, feliz Dia dos Namorados!

Flavio Dias / Karine Koller - 24/05/09.

 

Luiz Marini - Livros

kiko_e_malhado.jpg
Clique na imagem para acessar


Para refletir

"A paisagem social da Terra se transformaria imediatamente para melhor se todos nós, quando da condição de espíritos encarnados, nos tratássemos, dentro de casa, pelo menos com a cortesia que dispensamos aos nossos amigos." (André Luiz)