Centro Espírita Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

No Calvário - Soneto 02

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

  Aos pés da cruz

Aos pés da cruz Sua mãe chorava
A maldade perpetrada ao Seu rebento
Que veio à Terra trazer o ensinamento,
E a verdade divina aos homens revelava.

Cegos, paralíticos e aleijados Ele curava!
Abrandava legiões de Espíritos, o vento,
Libertava obsediados, reféns de tormento;
A palavra de Deus ao mundo anunciava.

Nessa hora triste, derradeira e pungente,
Maria, Sua genitora, é a heroína que sente
O coração sendo transpassado pela dor.

Aos pés da cruz o olhar triste, ausente,
Fixa em um quadro divino, concludente,
Que este era o desígnio maior do Senhor.

Luiz Marini 21-02-2019

Continuar...

 

Luiz Marini - Livros

kiko_e_malhado.jpg
Clique na imagem para acessar