Centro Espírita Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Natal

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

              Quando se aproxima o natal, nosso coração se enche de louvores a Deus e de felicidade ao relembrarmos o nascimento de Jesus, o mestre maior de nossas estrelas, que desceu dos mundos siderais, para nos ensinar as verdades divinas.

               Ao aproximar-se o natal, nós vemos pelo mundo, milhares de pessoas de coração empedernido, abrindo o seu peito para a fraternidade, para o amor ao próximo, para a paz, pois, nessa época, o tempo se revigora e faz com que os homens se renovem, tornando-se mais dóceis e brandos.

               Nessa época, quando os homens se tornam mais mansos e simples, os Espíritos superiores trabalham com mais afinco para fazer com que todos compreendam Deus e recebam Jesus em seu coração.

               O Evangelho de Jesus, que nos foi repassado há dois mil anos, ainda está esquecido pelo homem e ele deve ser traduzido em luz para que possam entender a grande vibração espiritual que existe nas palavras do Mestre divino.

               Jesus não é um mito, é o governante e trabalhador principal de nossa galáxia, o grande artífice de Deus sobre a Terra. E Ele veio para nos ensinar as virtudes que devemos ter, pois o homem, viageiro do tempo, tem que compreender que pode ser muito feliz fazendo o bem aos seus semelhantes, trabalhando com afinco para o seu próprio sustento e para fazer com que a sua dignidade cresça por dentro, extrapole o seu coração e chegue até o seu irmão.

               E nós, nessa época em que comemoramos o nascimento de Jesus, enfeitamos os nossos pinheirinhos com luzes que engalanam o natal. Essas luzes refletem o amor que devemos sentir por dentro como uma comunhão imorredoura com as claridades celestes.

               Essas luzes do natal devem ser as claridades de nossos corações para sempre. Essas luzes devem chegar para aqueles que têm necessidades, que sofrem pelo mundo sem ter o abrigo, o pão e a veste do corpo.

               Aprendamos com Jesus a encher nossos corações de amor para espalhar essa semente de luz a todos os lugares. Doando amor estaremos recebendo amor, pois somos necessitados de afeição e paz, de fraternidade e de caridade, porque somos simples andarilhos do tempo que devemos tudo aprender e muito fazer ao próximo para nossa própria felicidade.

               Queremos agradecer a Jesus a oportunidade que tivemos de servir ao próximo durante o ano que se finda. Queremos agradecer aos amigos que nos ajudaram nessa lide onde o amor extrapola todas as coisas. Queremos agradecer a Deus por nos permitir viver e ter a consciência de que ainda temos muito a aprender nesta passagem da vida.

               Que este natal seja um corolário de luzes de Jesus, de Deus e de nossa Mãe Santíssima, para enfeitar os corações de todos os homens e que possamos carregar esse amor por dentro, para doarmos a toda hora essas luzes em profusão através da caridade.

               Que Deus nos ajude, guarde e proteja hoje e sempre.

 

André Luiz/Luiz Marini 04/12/13

 

Luiz Marini - Livros

kiko_e_malhado.jpg
Clique na imagem para acessar


Para refletir

“Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo.” (Aristóteles)